Sem categoria, vida

Esta fórmula não funciona


Marcado: , , , .

R && (A || P || M || G) == false

Entendedores entenderão.

Na maioria das situações adversas que ocorrem em nossas vidas, encontramos meios que nos levam ao crescimento e nos tornam pessoas melhores. Por mais que o caminho até chegar a conclusão de que isso o enriqueceu como pessoa seja doloroso e em algumas ocasiões longo, SEMPRE haverá formas de encarar isso como uma lição de vida.

Nesta semana não foi diferente. Por isso resolvi de fato esquecer de tudo isso (ENTERRAR). Mas “específicamente o quê? “, você deve estar se perguntando.

Resolvi parar de vez com essa tentativa desenfreada de entrar em uma relação amorosa. Os motivos nos quais tomei esta decisão foram diversos, nos quais eu poderia citar detalhadamente. Mas como é muito tarde e senti uma enorme vontade de postar esse texto, vou tentar ser o mais sucinta possível. Lá vai os motivos:

  • Os caras de aplicativos só pensam em sexo – me apresente um que seja diferente que lhe pago um almoço. Mas a maioria dos rapazes sai com você e tenta antecipar ao máximo esse momento. Depois que acontece, ele sente-se na liberdade de procurar outras pessoas. Não que isso tenha ocorrido comigo, mas pelas conversas você percebe a real intenção da pessoa.
  • Caras desempregados – eu entendo que o país está em uma situação difícil e que isso atrapalha muito na procura por emprego. Mas é extremamente complicado manter uma relação com alguém que não vive a mesma realidade que a sua, ou seja, correr o dia todo no trabalho e à noite ter que ir para a faculdade. A falta de tempo de um em contrapartida com a desocupação do outro leva para discussões básicas e fatais para uma relação, como: “você não tem tempo para mim”, “só eu que te procuro”, “estou me doando e você não”.
  • Caras com filho e “#inTreta” com a ex – vivem falando mal da mãe dos seus filhos, dizem que elas são vadias, mal-caráter e todos os outros xingamentos possíveis. Ficam mandando fotos do bebê e lhe questionando se gostaria de ser mãe um dia, deixando bem claro que o que ele procura é alguém para ser mãe do filho dele. Quando uma pessoa como eu não está nessa vibe de ter filho tudo isso se torna muito maçante.
  • Fumantes que se acham por serem mais velhos – Simplesmente porque a pessoa tem 7 anos a mais que você se acha um grande sábio-filósofo-entendedor-das-mazelas-do-mundo e você é uma pequena larva saindo do casulo. Ou seja, já temos aí um principio de relacionamento abusivo onde você nunca terá razão por ser considerada “imatura”. E o mais importante, odeio o cheiro de cigarro impregnado na sua roupa, babaca!
  • Caras que não respeitam seus gostos musicais – Desconsideram o fato de você ter um gosto diferenciado para música (não quero dizer que o meu seja melhor), só penso que quando você está com alguém não custa nada acompanhar a pessoa em um show ou concerto, mesmo não gostando. Essa troca deve ser recíproca.
  • Não gostar de gatos – A pessoa acha que está agradando quando fala que encurralou o gato da vizinha para que seus cachorros estraçalhacem. Isso só prova o quão monstruoso você é o quão indigno será de ter minha presença em sua vida.
  • Não entender seu estilo de vida nerd – Quando eu digo: “vou estudar o final de semana inteiro” não é uma escolha minha. As circunstâncias de um TCC assombroso e uma cadeira optativa fizeram meu destino fosse esse. Se você acha que animo com isso? É óbvio que não. Mas confesso que não vou em festas frequentemente e que no momento não me faz falta alguma. Eu não vou forçar uma personalidade a qual não tenho para tentar agradar alguém. Goste de mim assim, senão, Dudu Camargo me espera no futuro (ele tem personalidade velha como eu).
  • Não querer uma relação séria – Vocês devem estar pensando que sou uma menina que no primeiro encontro já espera sair com um casamento de baixo do braço. É óbvio que você precisa conhecer a pessoa com calma para tomar uma decisão mais séria como namorar e bem depois, BEM DEPOIS mesmo, se casar. Mas esse troca-troca de conhecer uma pessoa, não dar certo, tentar de novo e de novo, eu não aguento mais. Uma das razões é que você percebe que são pessoas que não estão dispostas a ter algo sério, pois não é do perfil delas querer lidar com esse tipo de relação no momento e o segundo motivo é que simplesmente cansei de começar do zero, de ter que encontrar o rapaz, fazer aquelas perguntas triviais como: “qual teu hobbie?”, “o que gosta de fazer?”, “sou desenvolvedora Java”, “eu crio sistemas”, ter que se apresentar, dizer o que gosta e o que não gosta, como se fosse um enigma simples que com poucas palavras pode ser decifrado . É cansativo e a cada encontro que passa você percebe que a pessoa em nada lhe acrescentou, restando apenas o desejo de que aquele momento acabe para que você tenha a oportunidade de refletir o quão podre é o seu dedo no aspecto “escolher rapazes”.

Talvez você pense que sou uma pessoa muito exigente e metida. Mas humildemente só queria conhecer alguém legal, que eu realmente me apaixonasse e que eu me aquietasse. Sem precisar se apresentar, conhecer, stalkear Facebook e afins. Só queria parar. Mas como é difícil achar pessoas que sejam legais e ao mesmo tempo te despertem o interesse de ter algo sério com elas no futuro.

Trazendo um contraponto ao parágrafo anterior, penso que esse momento de quebrar a cara, se decepcionar, te torna uma pessoa mais forte. Inclusive faz com que sua ascensão intelectual ocorra de forma mais rápida. Percebo o quão esforçada estou quando não falo com nenhum rapaz em processo de “paquera”. A solidão te eleva tanto em caráter como em conhecimento e isso será seu diferencial para que no futuro encontre pessoas melhores. Não acredito em príncipe encantando e em dicas de livros sobre fim de relacionamento … (mas isso será assunto dos próximos capítulos).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s